PORQUE NADA É PRA SEMPRE

Muito tempo atrás, quando o mundo ainda era mundo, nos primórdios do tempo, a humanidade vivia a chamada Época Dourada, ou Idade de Ouro. Nessa época, a deusa Harmonia permitia que os deuses vivessem em harmonia com as pessoas. E que as pessoas vivessem em harmonia com as pessoas. E que deuses, pessoas, animais e natureza vivessem em harmonia. A deusa Abundantia dava todo o sustento de que precisassem. Juno, Afrodite e Amor transformavam o lugar todo em um grande Éter: corpos exuberantes, belezas incomparáveis (mas nenhuma comparada a você Juno, calma!). Fauna e Flora davam a beleza natural de que o planeta necessitava. E Dies fazia os dias mais bonitos, e sua mãe Nix as noites mais lindas. Mnemósime e as nove musas cantavam, dançavam e interpretavam, e suas belezas e talentos eram admirados até pelo mais carrancudo dos humanos.

Tudo ia bem demais até que Discórdia, mesmo sem ter sido convidada para a festa, resolveu aparecer com um "presente" para as mulheres do lugar: um Pomo da Discórdia com a inscrição "para a mais bela das deusas". Tamanha foi a disputa entre as deusas que a visão de paraíso começou a ruir abruptamente. Houve muita fuga e muita ira. Abundantia não quis mais participar de uma sociedade em que Amor não tivesse lugar. Foi instaurado o caos. Foi nessa época que novos deuses começaram a acompanhar Gaia: os demônios Íncubo e Súcubo, Tânato, Plutão, Míser, Nêmesis. E a humanidade presenciou a abertura do portal de Averno.

Desde então, os deuses e os mortais originais se ressentem dessa época de tamanha paz. Sentem muita falta, inclusive, de pessoas com as quais conviviam e que não existem mais. Talvez tenham sumido, talvez tenham fugido, talvez tenham morrido. Talvez tenham se esquecido desse tempo e dessas pessoas. Talvez tudo tenha sido uma grande ilusão provocada por Somnos ou um delírio provocado por Fantasia. A verdade é que as pessoas começaram a sentir um grande peso por dentro, uma mistura de remorso, de nostalgia, de tristeza e de alegria. Vez ou outra, percebe-se que um sorriso se desenha junto a uma lágrima, ou uma lágrima nasce em meio a um sorriso. Tudo por conta das lembranças doídas e prazerosas de um tempo maravilhoso que a incerteza não deixa saber se voltarão. Ou se haverá novos dias tão felizes.

É que ninguém percebeu, estavam todos ocupados para perceber, que, quando os deuses maus apareceram, um outro deus discreto, silencioso, da cor da sombra que deixa as lembranças e os sonhos sem cor, surgia em meio ao vácuo do Universo. Foi assim que nasceu o deus Saudade.

Planos impossíveis Uma semana sem te ver. Eu já sabia que isso ia acontecer. O tempo passa eu fico mal. É ilusão achar que tudo está igual. Você apareceu pra mim. Não posso evitar me sentir assim. O que eu faço pra escapar dessa vontade que eu tenho de falar toda hora com você? Faço planos impossíveis pra te ver mas, pra mim, são tão reais. O que aconteceu, eu não me lembro mais. Eu poderia escrever mil canções só pra você. Poderia te falar meus motivos pra gostar tanto de você. Me diz quando a gente vai se ver. Pra eu poder te abraçar e tentar te explicar a falta que você me faz. Eu não aguento mais ficar tão longe de você. Você me diz que não tá bem. Que não para de pensar em mim também. Agora, antes de dormir, por dois segundos eu consigo até sorrir. Por que essa complicação? Distância é o fim pra quem tem coração. Será que eu devo te dizer que eu quase choro quando falam de você? Mas eu consigo segurar pra ter certeza que ninguem vai reparar que eu tô cada vez pior. E a saudade em mim é cada vez maior. E eu não sei se algum dia eu já me senti assim. Eu nem me lembro de querer alguém como eu quero você pra mim. E é por isso, que eu vou te dizer.

DO QUE VOCÊ TEM SAUDADE?|NADA É PARA SEMPRE|AOS OLHOS DA SAUDADE, COMO O MUNDO É GRANDE|É MELHOR TER AMADO E PERDIDO DO QUE NUNCA TER AMADO|ISSO TAMBÉM VAI PASSAR

Esse mundo não vale o mundo (4)


Parte 1 ] | [ Parte 2 ] | [ Parte 3 ]


Esquemas de favorecimento pra todo lado. O que deveria ser premiações por merecimento acaba se tornando armações entre pessoas que têm o rabo preso entre si, ou que fazem parte da mesma irmandade ou onde o dinheiro prevalece.
Assim acontece com o governo, de quem a nós pouco chega a verdade sobre o tamanho do rombo que a corrupção causa no Estado. Que, sem ninguém perceber, institui o comunismo no país. E as revistas e os jornais adoram falar que "a pobreza diminuiu no Brasil", mas não colocam os dados de quantos deixaram de ser ricos. E assim o governo estimula o crime, a vagabundagem e a malandragem. Quem quer estudar e trabalhar é punido. São taxas exorbitantes, impostos sem retorno e a inflação lá em cima.
Porém o povo não tem instrução, e quer apenas comemorar a Copa do Mundo que será realizada no Brasil.
Copa comprada essa, não se enganem. Não se esqueçam de 94, 98, 2002, 2006 e 2010.
E os próprios campeonatos no Brasil são todos comprados. Futebol dá dinheiro. Movimenta a massa. Massa que não vê que está sendo enganada, que é convidada para uma festa open bar para a qual tem que levar sua própria bebida.
A Copa do Mundo é uma grande festa. Festa dos ricos. Está longe de ser um evento esportivo. É um evento para os estrangeiros. É uma vitrine.
"Venham e olhem, compradores. Está tudo à venda. Terras, pessoas, mulheres, comprem o que quiserem". Estão de olho nos dólares que os hoteis, restaurantes e prostitutas vão trazer. Somos colônia, ainda. Estamos no papel da África do século 18. Somos a mesma colônia do império. Estamos sofrendo apartheid. Nada de energia mais barata, internet mais rápida ou meios de transportes mais eficientes. É tudo uma festa. Dos ricos.
Apenas se esqueceram de avisar os garçons. E a bagunça toda já começa a melar. Porque todo mundo quer tirar vantagem. Todo mundo quer ganhar dinheiro absurdo com isso. Mas esqueceram que, para a FIFA, o importante é o espetáculo (mesmo que apenas para inglês ver). E o Brasil está pouco se importando. O importante é a grana farta desviada. O máximo possível. E as obras atrasadas. Ou vocês acham que os europeus querem vir pra cá e pisarem em barro, querem se hospedar em hoteis caindo aos pedaços, querem sentar no cimento da arquibancada e comprarem ingressos de cambistas?
O importante é a festa de abertura.
E quando o secretário geral da FIFA chuta a bunda do governo brasileiro, dizendo que a bagunça está cada vez mais desordenada, o governo fica putinho e pede o afastamento do secretário.
É a velha história de que não se pode ter consequências. Todos querem fazer o que quiserem sem consequências. Você rouba. É preso. Quem está errado? Quem te puniu pelo seu ato. A causa nunca é errada, só a consequência é.
Entenda assim, querido leitor: existe uma festa acontecendo, fizeram você acreditar que você era convidado, pegaram seu dinheiro, a festa está rolando, os ricos se divertem, você fica do lado de fora aguardando seu momento de entrar mas, ao contrário do que você espera, os ricos apenas pedem mais dinheiro seu para incrementar a festa e prometem que você vai logo vai entrar. Se você não der dinheiro, você pode ser preso, pode ser condenado. Mas não se iluda: você não vai entrar na festa. Mas vai ter que pagar por ela.
Muito.

Manda pra alguém:

CONVERSATION

0 comments :

Postar um comentário