PORQUE NADA É PRA SEMPRE

Muito tempo atrás, quando o mundo ainda era mundo, nos primórdios do tempo, a humanidade vivia a chamada Época Dourada, ou Idade de Ouro. Nessa época, a deusa Harmonia permitia que os deuses vivessem em harmonia com as pessoas. E que as pessoas vivessem em harmonia com as pessoas. E que deuses, pessoas, animais e natureza vivessem em harmonia. A deusa Abundantia dava todo o sustento de que precisassem. Juno, Afrodite e Amor transformavam o lugar todo em um grande Éter: corpos exuberantes, belezas incomparáveis (mas nenhuma comparada a você Juno, calma!). Fauna e Flora davam a beleza natural de que o planeta necessitava. E Dies fazia os dias mais bonitos, e sua mãe Nix as noites mais lindas. Mnemósime e as nove musas cantavam, dançavam e interpretavam, e suas belezas e talentos eram admirados até pelo mais carrancudo dos humanos.

Tudo ia bem demais até que Discórdia, mesmo sem ter sido convidada para a festa, resolveu aparecer com um "presente" para as mulheres do lugar: um Pomo da Discórdia com a inscrição "para a mais bela das deusas". Tamanha foi a disputa entre as deusas que a visão de paraíso começou a ruir abruptamente. Houve muita fuga e muita ira. Abundantia não quis mais participar de uma sociedade em que Amor não tivesse lugar. Foi instaurado o caos. Foi nessa época que novos deuses começaram a acompanhar Gaia: os demônios Íncubo e Súcubo, Tânato, Plutão, Míser, Nêmesis. E a humanidade presenciou a abertura do portal de Averno.

Desde então, os deuses e os mortais originais se ressentem dessa época de tamanha paz. Sentem muita falta, inclusive, de pessoas com as quais conviviam e que não existem mais. Talvez tenham sumido, talvez tenham fugido, talvez tenham morrido. Talvez tenham se esquecido desse tempo e dessas pessoas. Talvez tudo tenha sido uma grande ilusão provocada por Somnos ou um delírio provocado por Fantasia. A verdade é que as pessoas começaram a sentir um grande peso por dentro, uma mistura de remorso, de nostalgia, de tristeza e de alegria. Vez ou outra, percebe-se que um sorriso se desenha junto a uma lágrima, ou uma lágrima nasce em meio a um sorriso. Tudo por conta das lembranças doídas e prazerosas de um tempo maravilhoso que a incerteza não deixa saber se voltarão. Ou se haverá novos dias tão felizes.

É que ninguém percebeu, estavam todos ocupados para perceber, que, quando os deuses maus apareceram, um outro deus discreto, silencioso, da cor da sombra que deixa as lembranças e os sonhos sem cor, surgia em meio ao vácuo do Universo. Foi assim que nasceu o deus Saudade.

Planos impossíveis Uma semana sem te ver. Eu já sabia que isso ia acontecer. O tempo passa eu fico mal. É ilusão achar que tudo está igual. Você apareceu pra mim. Não posso evitar me sentir assim. O que eu faço pra escapar dessa vontade que eu tenho de falar toda hora com você? Faço planos impossíveis pra te ver mas, pra mim, são tão reais. O que aconteceu, eu não me lembro mais. Eu poderia escrever mil canções só pra você. Poderia te falar meus motivos pra gostar tanto de você. Me diz quando a gente vai se ver. Pra eu poder te abraçar e tentar te explicar a falta que você me faz. Eu não aguento mais ficar tão longe de você. Você me diz que não tá bem. Que não para de pensar em mim também. Agora, antes de dormir, por dois segundos eu consigo até sorrir. Por que essa complicação? Distância é o fim pra quem tem coração. Será que eu devo te dizer que eu quase choro quando falam de você? Mas eu consigo segurar pra ter certeza que ninguem vai reparar que eu tô cada vez pior. E a saudade em mim é cada vez maior. E eu não sei se algum dia eu já me senti assim. Eu nem me lembro de querer alguém como eu quero você pra mim. E é por isso, que eu vou te dizer.

DO QUE VOCÊ TEM SAUDADE?|NADA É PARA SEMPRE|AOS OLHOS DA SAUDADE, COMO O MUNDO É GRANDE|É MELHOR TER AMADO E PERDIDO DO QUE NUNCA TER AMADO|ISSO TAMBÉM VAI PASSAR

Por que eu abomino o termo "sertanejo universitário" (parte 1)

O assunto da moda é "sertanejo universitário". Termo que me irrita demais. Primeiro porque chamar isso de sertanejo é cuspir no túmulo dos grandes mestres da verdadeira música sertaneja. E segundo, que esse modificador universitário surgiu sabe-se lá como e de onde. Já não concordava quando falavam de forró universitário, mas como desconheço a história e a cultura do gênero, não julguei. Mas sertanejo eu conheço, e posso dizer com propriedade que em nenhum lugar do mundo (ou do Brasil) isso aí é sertanejo.
Tampouco são César Menotti e Fabiano (talvez os primeiros a serem rotulados com essa nova etiqueta), João Bosco e Vinícius, Jorge e Mateus, João Neto e Frederico, Hugo Pena e Gabriel e toda essa corja que chegou à fama regravando sucessos antigos. Isso pra ficar só nos que vieram a público por volta de 2006.
Ah vá, que você não sabia que era tudo regravação? Veja as músicas dos primeiros CDs das duplas citadas:

César Menotti e Fabiano
 
  1. Como um anjo (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  2. Tentei te esquecer (regravação de Matogrosso e Mathias) / Coração está em pedaços (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  3. Fica comigo
  4. Sem medo de ser feliz  (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  5. Mensagem pra ela (composição própria! Uoorruu!!)
  6. Esperando na janela (regravação de Cogumelo Plutão)
  7. Leilão (regravação de 1982, desconheço os cantores originais, mas a letra é de Chrystian Lima e Ivo Lima)
  8. Aqui não
  9. Lugar Melhor que BH (composição própria! Uoorruu!!) / Magia e mistério (gravada primeiro por João Bosco e Vinícius, mas tenho minhas dúvidas)
  10. Bão tamém (composição própria! Uoorruu!!)
  11. Sempre seu homem (regravação de Maurício e Mauri)
  12. Paixão mineira (regravação de Gino e Geno)
  13. Amargurado (regravação de Tião Carreiro)
  14. Na hora do adeus (regravação de Matogrosso e Mathias)
  15. Caso marcado (CMeF e Jorge e Mateus regravaram na mesma época, difícil saber de quem é)
  16. Nova Iorque / O que tiver que vir virá (regravações de Chrystian e Ralf)
  17. Me apaixonei (regravação de Matogrosso e Mathias)
  18. Cana verde (regravação de Tonico e Tinoco) / Erguei as mãos (regravação da regravação do Padre Marcelo Rossi)
João Bosco e Vinícius
  1. Tatuagem (regravação de Gian e Giovani)
  2. Magia e mistério (tenho minhas dúvidas se é deles mesmo)
  3. Quero provar que te amo (muita gente gravou ao mesmo tempo, difícil saber)
  4. Hoje eu quero te amar (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  5. Faz de conta (regravação de Bruno e Marrone)
  6. Luz da minha vida (regravação de Trio Parada Dura)
  7. Avião das nove (regravação de Trio Parada Dura)
  8. Memórias (regravação de Matogrosso e Mathias)
  9. Caçador de corações (regravação de Gian e Giovani)
  10. Pagode em Brasília / Falou e disse (regravações de Tião Carreiro e Pardinho)
  11. Saudade (regravação de Chrystian e Ralf)
  12. De igual pra igual (regravação de Matogrosso e Mathias)
  13. Esse amor que me mata (regravação de Chrystian e Ralf)
  14. Não precisa perdão (gravaram ao mesmo tempo que Jorge e Mateus, difícil saber)
João Neto e Frederico
 
  1. Só de você (regravação de Bruno e Marrone)
  2. Se quiser (regravação de Tânia Mara)
  3. Página de amigos (regravação de Chitãozinho e Xororó)
  4. Bebo e dou trabai (composição própria! Uoorruu!!)
  5. Você me fez te amar (composição própria! Uoorruu!!)
  6. Pra dizer adeus (composição própria! Uoorruu!!)
  7. Paz na cama (regravação de Leandro e Leonardo) / Fogo de amor (regravação de João Paulo e Daniel)
  8. Dona de mim (composição própria! Uoorruu!!)
  9. Filme de amor (regravação de Os Travessos)
  10. Pega fogo cabaré (composição própria! Uoorruu!!)
  11. Vida de universitário (composição própria! Uoorruu!!)
  12. Pura magia (regravação de Rodriguinho)
  13. Fio de cabelo (regravação de Chitãozinho e Xororó) / Amargurado (regravação de Tião Carreiro e Pardinho) / Telefone Mudo (regravação de Trio Parada Dura)
  14. Pagode em Brasília (regravação de Tião Carreiro e Pardinho)
  15. Bate a bota no chão (regravação de Jayne)
  16. Que pena, amor (regravação de Raça Negra)
  17. Meu anjo (composição própria! Uoorruu!!)
  18. Galopeira (regravação de Perla) / Vá pro inferno com seu amor (regravação de Milionário e José Rico) / Pedaço de poema (regravação de Dino Franco e Mouraí)
  19. O fora (muita gente gravou, difícil saber)
  20. Por favor, reza pra nós (composição própria! Uoorruu!!)
  21. Marcando toca (composição própria! Uoorruu!!)
Hugo Pena e Gabriel
  1. Pra lá de Bagdá (regravação de Gian e Giovani)
  2. Faz de conta (muita gente gravou, difícil saber)
  3. Magia e mistério (muita gente gravou, difícil saber)
  4. Por enquanto adeus (regravação de Bruno e Marrone)
  5. Do Brasil à Argentina (regravação de Airo e Ruan)
  6. Te amo e não te quero (regravação de Bruno e Marrone)
  7. Porta-retrato (regravação de Edson e Hudson)
  8. Me bate, me xinga (regravação de Edson e Hudson)
  9. Só um pedacinho (regravação de Edson e Hudson)
  10. Eu sem você (regravação de Rick e Renner)
  11. Preciso te encontrar (regravação de João Paulo e Daniel)
  12. Pagode, Pagode em Brasília, Vou tomá um pingão (regravações de Tião Carreiro e Pardinho)
  13. Vou tomá um pingão (regravação deTião Carreiro e Pardinho)
  14. Apaziguar (regravação de Bruno e Marrone)
  15. Te quero pra mim (regravação de Edson e Hudson)
  16. Deixa (regravação de Bruno e Marrone)
  17. Festa louca (regravação de Edson e Hudson)
  18. Feriado nacional (regravação de Bruno e Marrone)
  19. 60 dias apaixonado (regravação de Chitãozinho e Xororó)
  20. Vou sofrer por ti (regravação de Bruno e Marrone)
  21. Trânsito parado (regravação de Bruno e Marrone)
  22. Tentei te esquecer (regravação de Matogrosso e Mathias)
  23. Doce desejo (regravação de Bruno e Marrone com Claudia Leite)
  24. Evidências (regravação de Chitãozinho e Xororó)
  25. Azul (regravação de Edson e Hudson)
  26. Sou eu (regravação de Chrystian e Ralf)
  27. Um beijo (composição própria! Uoorruu!!)
Jorge e Mateus
  1. Querendo te amar (muita gente gravou, difícil saber)
  2. Do Brasil à Argentina (regravação de Airo e Ruan)
  3. Pela porta da frente (regravação de Bruno e Marrone)
  4. Preciso te ter (regravação de Bruno e Marrone)
  5. Amores são coisas da vida (regravação de Leandro e Leonardo)
  6. Dou a vida por um beijo (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  7. Goiás é mais (regravação de Moacyr Franco)
  8. Me leva pra casa (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  9. No mesmo olhar (regravação de Chrystian e Ralf)
  10. O campeão (regravação de Bruno e Marrone), Mini-saia (regravação de João Paulo e Daniel)
  11. Par de olhos (regravação de Bruno e Marrone)
  12. Penumbra (regravação de Chrystian e Ralf)
  13. Preciso de você (difícil saber)
  14. Te cuida coração (regravação de João Paulo e Daniel)
  15. Traz ela de volta pra mim (difícil saber)
  16. Átomos (regravação de Zezé di Camargo e Luciano)
  17. Ê saudade (regravação de Jammil (que ainda era Jammil e Uma Noites))
  18. Caso marcado (muita gente gravou, difícil saber)
  19. Cai na real (regravação de Leandro e Leonardo)
  20. Tem nada a ver (regravação de Bruno e Marrone)
  21. Hoje não é nosso dia (regravação de Felipe e Falcão)
  22. Te amar foi ilusão (regravação de Bruno e Marrone)

Manda pra alguém:

CONVERSATION

0 comments :

Postar um comentário