PORQUE NADA É PRA SEMPRE

Muito tempo atrás, quando o mundo ainda era mundo, nos primórdios do tempo, a humanidade vivia a chamada Época Dourada, ou Idade de Ouro. Nessa época, a deusa Harmonia permitia que os deuses vivessem em harmonia com as pessoas. E que as pessoas vivessem em harmonia com as pessoas. E que deuses, pessoas, animais e natureza vivessem em harmonia. A deusa Abundantia dava todo o sustento de que precisassem. Juno, Afrodite e Amor transformavam o lugar todo em um grande Éter: corpos exuberantes, belezas incomparáveis (mas nenhuma comparada a você Juno, calma!). Fauna e Flora davam a beleza natural de que o planeta necessitava. E Dies fazia os dias mais bonitos, e sua mãe Nix as noites mais lindas. Mnemósime e as nove musas cantavam, dançavam e interpretavam, e suas belezas e talentos eram admirados até pelo mais carrancudo dos humanos.

Tudo ia bem demais até que Discórdia, mesmo sem ter sido convidada para a festa, resolveu aparecer com um "presente" para as mulheres do lugar: um Pomo da Discórdia com a inscrição "para a mais bela das deusas". Tamanha foi a disputa entre as deusas que a visão de paraíso começou a ruir abruptamente. Houve muita fuga e muita ira. Abundantia não quis mais participar de uma sociedade em que Amor não tivesse lugar. Foi instaurado o caos. Foi nessa época que novos deuses começaram a acompanhar Gaia: os demônios Íncubo e Súcubo, Tânato, Plutão, Míser, Nêmesis. E a humanidade presenciou a abertura do portal de Averno.

Desde então, os deuses e os mortais originais se ressentem dessa época de tamanha paz. Sentem muita falta, inclusive, de pessoas com as quais conviviam e que não existem mais. Talvez tenham sumido, talvez tenham fugido, talvez tenham morrido. Talvez tenham se esquecido desse tempo e dessas pessoas. Talvez tudo tenha sido uma grande ilusão provocada por Somnos ou um delírio provocado por Fantasia. A verdade é que as pessoas começaram a sentir um grande peso por dentro, uma mistura de remorso, de nostalgia, de tristeza e de alegria. Vez ou outra, percebe-se que um sorriso se desenha junto a uma lágrima, ou uma lágrima nasce em meio a um sorriso. Tudo por conta das lembranças doídas e prazerosas de um tempo maravilhoso que a incerteza não deixa saber se voltarão. Ou se haverá novos dias tão felizes.

É que ninguém percebeu, estavam todos ocupados para perceber, que, quando os deuses maus apareceram, um outro deus discreto, silencioso, da cor da sombra que deixa as lembranças e os sonhos sem cor, surgia em meio ao vácuo do Universo. Foi assim que nasceu o deus Saudade.

Planos impossíveis Uma semana sem te ver. Eu já sabia que isso ia acontecer. O tempo passa eu fico mal. É ilusão achar que tudo está igual. Você apareceu pra mim. Não posso evitar me sentir assim. O que eu faço pra escapar dessa vontade que eu tenho de falar toda hora com você? Faço planos impossíveis pra te ver mas, pra mim, são tão reais. O que aconteceu, eu não me lembro mais. Eu poderia escrever mil canções só pra você. Poderia te falar meus motivos pra gostar tanto de você. Me diz quando a gente vai se ver. Pra eu poder te abraçar e tentar te explicar a falta que você me faz. Eu não aguento mais ficar tão longe de você. Você me diz que não tá bem. Que não para de pensar em mim também. Agora, antes de dormir, por dois segundos eu consigo até sorrir. Por que essa complicação? Distância é o fim pra quem tem coração. Será que eu devo te dizer que eu quase choro quando falam de você? Mas eu consigo segurar pra ter certeza que ninguem vai reparar que eu tô cada vez pior. E a saudade em mim é cada vez maior. E eu não sei se algum dia eu já me senti assim. Eu nem me lembro de querer alguém como eu quero você pra mim. E é por isso, que eu vou te dizer.

DO QUE VOCÊ TEM SAUDADE?|NADA É PARA SEMPRE|AOS OLHOS DA SAUDADE, COMO O MUNDO É GRANDE|É MELHOR TER AMADO E PERDIDO DO QUE NUNCA TER AMADO|ISSO TAMBÉM VAI PASSAR

Guia de felicidade para os solteiros

[ Originalmente postado em The Roadside Diary ]

Filmes, seriados, músicas, peças de teatro, até comerciais estão vendendo o amor. Na verdade, "vendendo" é um eufemismo, o certo seria que eles estão nos empurrando o amor goela abaixo. São como traficantes de drogas - eles amam empurrar! E embora eu seja mais um fã de filmes pastelões, eu já vi comédias românticas o suficiente para entender por que tanta gente acredita que o amor faz o mundo girar.

Desde "You had me at hello" de Jerry Maguire até "Nobody puts Baby in a corner" de Johnny, passando por "You've bewitched me, body and soul" (é, também acho que essa linha de raciocínio seria bem assustadora se fosse colocada nesse século...). Bom, você entendeu. Nós fomos condicionados a acreditar que a vida e a verdadeira felicidade começam quando seu lindo príncipe encantado chega (ou cavalga) à sua vida. Para Hollywood, amor = felicidade. E eu não estou aqui pra refutar essa lógica, mas depois de muita conversa longa com outros amigos solteiros que também sentem a pressão, eu decidi investigar essa causa. Consideremos por um momento que talvez o amor verdadeiro não seja igual a felicidade. Eu não sou um especialista em felicidade, mas se você quiser minha opinião (e, como você está lendo meu blog, vou assumir que você a quer), essas são minhas dicas.

1. SEJA FELIZ CONSIGO MESMO. É óbvio e deveria ser relevante estando numa relação ou não. Seja você um recém-solteiro, procurando um amor, ou está temporariamente solteiro por escolha própria, você é acima de tudo um ser humano decente. Mas levando em conta que eu não sei quem você é, eu não posso afirmar categoricamente. De qualquer forma, aprender a ser feliz com o que você é pode ser um processo longo e nem tão simples quanto pareça, mas atenção - nada vai fazer valer a pena se você não fizer.

2. MANTENHA-SE NA ATIVA. Uma vantagem de ser solteiro é que você pode ser tão egoísta quanto queira - seu tempo é só seu então aproveite-o ao máximo. Invente hobbies, tente coisas novas. Eu gosto de ler e de escrever, mas antigamente eu gostava de cozinhar, correr, escalar, ioga, e outras coisas. Eu também sou fanático por filmes, então ir ao cinema regularmente pra mim é ótimo. Se você não gosta de ver filmes sozinho, encontre um amigo que goste de filme como você, ou encontre um teatro indie - mesmo que ninguém note, ou por experiência própria, seja um bando de solteiros vendo filmes sozinhos nesses lugares. O que me leva ao meu próximo ponto...

3. NÃO TENHA MEDO DE FAZER AS COISAS SOZINHO. Esse é talvez o maior desafio dos solteiros-tristes. Fato: se você não fizer as coisas que quer porque não quer fazê-las sozinho, existe uma grande chance real de você terminar seu dia jogado num sofá. Toda noite. O que, a meu ver, é um guia dos solteiros para a depressão, não para a felicidade. Se você não sabe por onde começar, faça uma lista das coisas que te interessam e coloque-as em prática (veja o item 2).

4. FAÇA AMIGOS. Mais importante que isso: faça grupos de amigos. Não é tão idiota quanto parece. Fazer grupos de amigos é uma ótima maneira de preencher algumas necessidades. Por exemplo, se você gosta de música, seja amigo de gente que goste de ir a shows, ou se você é religioso, tenha amigos na sua igreja com quem você possa sair à noite pra um café. Isso vale também pra times de futebol e clubes do livro, se essa é sua praia.

5. TENHA SUA PRÓPRIA LISTA DE LUGARES PREFERIDOS. É mais fácil se você sempre morou no mesmo lugar a vida inteira, mas se você é como eu que está sempre viajando, eu tento ir a cafés, restaurantes, teatros (ou normalmente, livrarias). Eu tento fazer amizade com os empregados e quando eu vejo já me sinto em casa. Esses lugares servem também pra aquelas noites que você não quer ficar sozinho em casa.

6. COMO DIZ A MÚSICA, VÁ ENCONTRAR ALGUÉM PARA AMAR. Por mais que você queira ignorar isso, amor é fundamental para sua felicidade, mas não precisa ser um relacionamento amoroso. Pode ser um amigo, família, Deus, ou até estranhos. Tente encontrar o amor fazendo trabalho voluntário. Por mais babaca que isso possa parecer, num dos meus dias mais solitários em Malawi (um dia, quem sabe), eu visitei o canil perto do meu trabalho em Blantyre só pra brincar com os cachorros. Eles não recebiam muitas visitas e os filhotinhos tinham muita necessidade de ter alguém por perto. Aqueles serzinhos instantaneamente levantaram meu astral.

Eu queria deixar aqui uma nota alertando-lhe de que você deve estar totalmente de acordo com as razões do porquê de você escolher ficar sozinho. Você não precisa se justificar pra ninguém a não ser você mesmo, mas você deve conhecê-las. Se você foi ferido ou teve o coração magoado, ficar sozinho por um tempo pode ser uma boa ideia, mas você não deve viver no passado. Eu sugiro que você use esse tempo pra se curar e seguir a vida. Sejam quais forem suas razões pra ser sozinho, mantenha-as em mente para quando elas se tornarem obsoletas. Assumir uma vida solitária não significa que você tem que recusar toda Julieta (ou Romeu) que aparecer. Se você se interessou, não recuse logo de cara. Estar solteiro significa sentir-se livre, não preso, então aprenda a apreciar a liberdade.

Manda pra alguém:

CONVERSATION

0 comments :

Postar um comentário